Pesquisar
Close this search box.

CONQUISTE SEU LUGAR NA INTERNET COM SITES PROFISSIONAIS E PELO MENOR PREÇO. CLIQUE AQUI E SAIBA MAIS!

<<  VOLTAR AO INÍCIO

Júpiter estará mais próximo da Terra e superiluminado; como observar

Júpiter estará mais próximo da Terra e superiluminado; como observar

Compartilhe este conteúdo!

[ad_1]

O mês de setembro está chegando ao fim com chave — astronômica — de ouro. Um dos eventos cósmicos mais esperados acontece neste domingo (25): a oposição de Júpiter, que estará superiluminado e também o mais próximo da Terra neste século.

É a oportunidade perfeita para observar o planeta, seja a olho nu ou com telescópios, e, principalmente, fazer belos registros.

O que é?

Oposição é quando um corpo celeste está posicionado do lado oposto do Sol (em relação à Terra, que fica entre os dois corpos). Este costuma ser o melhor momento para observarmos qualquer planeta.

O que faz desta oposição ainda mais especial é que, em setembro, Júpiter também faz sua maior aproximação da Terra do século 21, chegando a “apenas” 590,3 milhões de quilômetros de nós.

Sua face visível estará completamente iluminada pelo Sol, brilhando em uma magnitude de cerca de -3 (para efeitos comparativos, Vênus brilha a -5 e a Lua cheia a -13).

Por isso, ele aparecerá maior e mais brilhante do que em qualquer outra época dos últimos 22 anos.

Júpiter capturado pelo telescópio espacial James Webb, com seus fracos aneis e suas luas

Imagem: NASA, ESA, CSA, Jupiter ERS Team

Como observar?

No dia 25, Júpiter estará visível desde o início da noite até o amanhecer, percorrendo o céu de um lado ao outro.

Por volta das 18h30, ele nasce a leste (lado oposto ao do pôs do Sol); por volta das 5h30, se põe a oeste.

Os melhores momentos para observação estão entre estes dois horários, com o planeta mais alto no céu.

Com a Lua “apagada”, na fase Nova, e Vênus aparecendo apenas de manhã, Júpiter será o objeto mais brilhante do nosso céu noturno.

Não deve ser difícil encontrá-lo. A olho nu, ele parece uma grande estrela de brilho fixo amarelo pálido.

Se tiver dificuldades em localizar, use um site ou app de astronomia (como Skywalk, Starchart, Sky Safari ou Stellarium).

É o melhor momento para fotografar o planeta, podendo revelar seus incríveis detalhes característicos — como as faixas de nuvens coloridas e as quatro maiores de suas 79 luas (Io, Europa, Ganimedes e Calisto).

Com ajuda de um binóculo ou telescópio, a vista fica mais clara e surpreendente.

O evento é visível de qualquer parte do Brasil, basta o céu estar limpo. Os próximos dias também são ótimas oportunidades de observação.

[ad_2]

UOL

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

MAIS ACESSADOS:

PUBLICIDADE: