Pesquisar
Close this search box.

CONQUISTE SEU LUGAR NA INTERNET COM SITES PROFISSIONAIS E PELO MENOR PREÇO. CLIQUE AQUI E SAIBA MAIS!

<<  VOLTAR AO INÍCIO

Corretora de criptomoedas FTX compra ativos da Voyager Digital – 27/09/2022

Consumidores da Apple pagarão mais caro pelo iPhone 14 em alguns países asiáticos - 08/09/2022

Compartilhe este conteúdo!

[ad_1]

(Reuters) – A corretora de criptomoedas FTX vai comprar os ativos do banco de moedas digitais Voyager Digital, em uma proposta de resgate que a empresa em colapso chegou a rejeitar anteriormente neste ano. A FTX comprou os ativos com uma oferta de 1,42 bilhão de dólares realizada em um leilão.

A oferta da FTX compreende um valor justo de mercado de todas as criptomoedas detidas pela Voyager, em uma data a ser determinada. O valor está atrelado a cerca de 1,31 bilhão de dólares a preços de mercado atuais e um adicional de 111 milhões de dólares em valor incremental, disse a Voyager em comunicado.

A companhia acrescentou que sua cobrança com relação à dívida devida pelo fundo de hedge de Cingapura Threee Arrows Capital continuará válida e que os recursos recuperados serão destinados aos credores.

A Voyager emitiu um aviso de inadimplência para o fundo em junho, depois de não receber pagamento relativo a um empréstimo de 15.520 bitcoins.

Em julho, a Voyager rejeitou uma proposta da FTX, fundada pelo bilionário Sam Bankman-Fried, como uma “oferta rasteira disfarçada de resgate do cavaleiro branco” e alegou que o plano atrapalharia seu processo de recuperação judicial.

Bankman-Fried tem adquirindo agressivamente ativos, tecnologias e clientes de companhias de criptomoedas que estão em dificuldades depois do colapso no valor das moedas digitais neste ano.

A FTX revelou em julho uma participação de 7,6% na corretora digital norte-americana Robinhood e entregou ao banco de criptomoedas BlockFi uma linha de crédito rotativo de 250 milhões de dólares em junho, juntamente com um acordo que dá à FTX o direito de comprá-la com base em certos gatilhos de desempenho.

Em seu pedido de recuperação judicial em julho, a Voyager estimou que tinha mais de 100 mil clientes e entre 1 bilhão e 10 bilhões de dólares em ativos, bem como passivos do mesmo valor.

(Por Juby Babu, Shubhendu Deshmukh e Mehnaz Yasmin)

[ad_2]

UOL

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

MAIS ACESSADOS:

PUBLICIDADE: