Pesquisar
Close this search box.

CONQUISTE SEU LUGAR NA INTERNET COM SITES PROFISSIONAIS E PELO MENOR PREÇO. CLIQUE AQUI E SAIBA MAIS!

<<  VOLTAR AO INÍCIO

e-Título só pode ser baixado até sábado; veja como baixar e usar

e-Título só pode ser baixado até sábado; veja como baixar e usar

Compartilhe este conteúdo!

[ad_1]

O aplicativo e-Título, que transforma seu celular em um título de eleitor digital, só poderá ser baixado até sábado (1º), véspera das Eleições 2022.

No dia 2 de outubro, quando ocorre o primeiro turno, a emissão do app ficará suspensa. Ela só voltará a partir de segunda-feira (3), segundo o TSE (Tribunal Superior Eleitoral).

O app é gratuito e está disponível nas lojas de aplicativos do Google, para celulares ou tablets com o sistema operacional Android, e da Apple, para o iPhone.

O que é o e-Título?

O programa foi lançado pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral) em dezembro de 2017 visando substituir o título de eleitor em papel e fornecer informações úteis aos cidadãos.

Quais outras funcionalidades do e-Título?

  • Acessar informações sobre o local de votação.
  • Consultar débitos eleitorais.
  • Emissão de certidões de quitação eleitoral — exigida para a emissão de documentos como o passaporte.
  • Justificar ausência no dia da votação de forma online. Dá também para encontrar endereços físicos para fazer o mesmo.
  • Acessar uma área de perguntas e respostas para tirar dúvidas gerais.

O interessante do app é que ele só precisa de internet para algumas funções específicas. No dia da eleição, mesmo que a pessoa esteja sem internet, é possível mostrar para os fiscais o título de eleitor digital na tela do celular.

Onde fazer o download do e-Título?

Funciona em qualquer celular?

Segundo informações do TSE, o download está disponível para aparelhos com o sistema operacional a partir do Android 6.0 (de 2015) e iOS 13 (2019).

Sendo assim, dispositivos muito antigos não terão acesso às camadas de segurança criadas pelo órgão.

Como usar o título de eleitor virtual?

Após baixar o aplicativo, é necessário informar:

  • Nome do eleitor
  • Data de nascimento
  • Número de inscrição (título de eleitor) ou CPF
  • Nome da mãe
  • Nome do pai (pode ser marcado como não consta)

É só seguir os demais passos informados na tela do dispositivo e criar uma senha de 8 a 70 caracteres alfanuméricos.

Fiz o cadastro do e-Título: como votar?

Caso você já tenha feito anteriormente o cadastro da sua biometria e o seu e-Título exiba a sua foto na tela, será preciso apenas mostrar o documento virtual no local de votação.

O sistema de identificação por meio digital começou a ser implementado em 2008. Vale ressaltar que ele não é obrigatório.

Quem não tiver realizado o cadastro biométrico terá que apresentar um documento oficial com foto na hora de votar — inclusive, a pessoa pode levar apenas esse documento se de desejar.

O que é o QR Code que aparece?

O QR Code é uma espécie de atualização do código de barras. Ele é mais seguro e reduz o risco de fraudes. No caso do e-Título, ele serve para atestar a validade do documento virtual.

A leitura do QR Code não é obrigatória para que o eleitor possa votar. De qualquer forma, é uma camada extra de segurança.

e-Título é obrigatório?

Não. O aplicativo funciona como uma via digital do título de eleitor físico.

Caso tenha um segundo turno (marcado para 30 de outubro), o e-Título só poderá ser emitido até o dia 29 de outubro, seguindo a mesma regra de agora.

*Com texto de Helton Simões Gomes

[ad_2]

UOL

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

MAIS ACESSADOS:

PUBLICIDADE: