Pesquisar
Close this search box.

CONQUISTE SEU LUGAR NA INTERNET COM SITES PROFISSIONAIS E PELO MENOR PREÇO. CLIQUE AQUI E SAIBA MAIS!

<<  VOLTAR AO INÍCIO

Felipe Neto e outros relatam banimento sem motivo

Felipe Neto e outros relatam banimento sem motivo

Compartilhe este conteúdo!

[ad_1]

Felipe Neto usou o Twitter para relatar que foi banido do Tinder sem nenhum motivo aparente, na última semana. Na postagem, o youtuber relata que não acessava o aplicativo de paquera há anos e ficou surpreso ao tentar entrar e se deparar com um aviso de que sua conta havia sido banida.

Após o relato, na quinta-feira (22), dezenas de usuários da plataforma disseram que enfrentam situações semelhantes — tiveram suas contas banidas do Tinder e não conseguem mais usar o app.

“O banimento é uma experiência única, não vou negar, me sinto especial”, brincou uma usuária. “Aconteceu o mesmo comigo ao desinstalar o app. Quando instalei de novo, ele deu esta mensagem [conta banida] e já era”, disse outra.

De fato, Felipe Neto parece não estar sozinho. Reclamações também se acumulam na plataforma de defesa do consumidor Reclame Aqui.

Empresa não explica os motivos

O jornalista e empreendedor Bernardo Vieira, de 25 anos, ficou surpreso quando foi banido do Tinder sem explicação. Ele usava o aplicativo com frequência e, há três meses, percebeu que as notificações pararam de chegar. Ao tentar acessar a conta, recebeu um comunicado dizendo que havia sido excluído da plataforma de namoro.

“Eu usava regularmente, acessava umas duas vezes por semana. Até que um dia entrei e mostrava como banido. Contatei a empresa, que me disse que eu tinha violado as regras, mas sem dizer qual, e que não havia possibilidade de recurso. A decisão era definitiva”, lembra. Sem entender por que havia sido penalizado, o jornalista afirma que cadastrou outro e-mail e criou uma nova conta, mas uma semana depois, foi novamente banido. “Eu desisti de usar o Tinder e uso outras plataformas como Grindr, Scruff, Bumblee.”

A pesquisadora Beatriz Favero, de 30 anos, é mais uma que viveu situação semelhante. Ao trocar de smartphone, ela precisou baixar novamente o aplicativo e, quando tentou logar, não conseguiu. “Eu entrei em contato com a plataforma e eles me pediram um prazo para avaliar o que estava acontecendo. Um dia depois, recebi um e-mail dizendo que eu havia sido banida. Não me deram explicação nenhuma”, diz.

Nem mesmo o fato de pagar pelo serviço Gold do Tinder fez com que a mentora de comunicação Daniela Oliva Roma escapasse de ser banida. Ela usava o app desde 2017 e não entendeu quando teve seu acesso negado; a falta de respostas sobre o motivo da exclusão a fez desistir de usá-lo.

“Do nada, meu perfil foi desativado. Eu mandei e-mail para a empresa e nem fui respondida. Achei falta de respeito com o usuário, por isso desvinculei meu cartão do app e não quis mais saber de usar o Tinder”, conta.

O que diz o Tinder

Em nota, a plataforma disse que não poderia comentar sobre o assunto “por questões de privacidade”.

“Não comentamos o status dos perfis de nossos membros. No entanto, incentivamos todos a verificarem suas contas para evitar serem denunciados por falsificação de identidade. Como o maior aplicativo de namoro do mundo, temos a responsabilidade de zelar pela segurança dos nossos membros e, por isso, temos uma política de tolerância zero com ações que possam prejudicar ou colocar nossos membros em risco.Se entendermos que houve discriminação ou violação de nossas Diretrizes da Comunidade e Termos de Serviço ou se recebermos uma denúncia sobre comportamento abusivo, tomaremos as medidas apropriadas com essas contas”, disse em nota.

A plataforma ressalta que, se alguém acredita que sua conta foi removida por engano, deve entrar em contato com o atendimento ao cliente, pelo app ou site.

[ad_2]

UOL

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

MAIS ACESSADOS:

PUBLICIDADE: