Pesquisar
Close this search box.

CONQUISTE SEU LUGAR NA INTERNET COM SITES PROFISSIONAIS E PELO MENOR PREÇO. CLIQUE AQUI E SAIBA MAIS!

<<  VOLTAR AO INÍCIO

Morre assassinado “Pedrinho Matador” o maior Serial Killer do Brasil

Pedrinho Matador em entrevista a podcast. (Foto: Reprodução/YouTube)

Compartilhe este conteúdo!

O assassino em série conhecido como Pedrinho Matador foi assassinado na manhã deste domingo (05/03/2023), em Mogi das Cruzes, na Grande São Paulo. A informação foi confirmada pela Polícia Militar e pela Polícia Civil.

Pedro Rodrigues Filho, de 68 anos, já havia sido condenado por dezenas de assassinatos.

Segundo a polícia, Pedrinho Matador foi encontrado por volta das 10h no bairro Ponte Grande. De acordo com a tia do assassino em série, ele estava na calçada com uma criança de colo, quando um carro preto passou atirando. A criança não foi atingida.

Em seguida, a PM foi acionada para a ocorrência e soube que o carro preto tinha sido abandonado. Os policiais iniciaram as buscas desse veículo, que foi encontrado posteriormente. Ainda segundo a PM, quem atirou em Pedrinho trocou de carro e deu sequência à fuga em um veículo branco.

Pedrinho Matador já estava morto quando a polícia chegou ao local. A perícia concluiu os trabalhos e o corpo foi retirado do local. Neste momento, policiais militares estão no local onde o carro utilizado no crime foi abandonado. Ninguém foi preso.

Em nota, a Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP) disse que a Polícia Civil investiga o homicídio de um homem, de 68 anos, na manhã deste domingo (05/03) em Mogi das Cruzes.

PMs foram chamados para atender a ocorrência na rua José Rodrigues da Costa. A vítima foi atingida por disparos de arma de fogo e os suspeitos fugiram logo após o crime.

“Histórico de crimes de Pedrinho Matador”

A primeira vítima de Pedrinho Matador foi o prefeito de Santa Rita do Sapucaí, cidade localizada no Sul de Minas Gerais, após seu pai ser demitido da prefeitura, segundo ele, “sem direito a nada”.

O assassino de sua mulher foi o segundo homicídio praticado por Pedrinho: “Estou fazendo um bem para a sociedade, limpando o mundo de covardes”, disse ele, que é a favor da pena de morte.

Em 1996, em entrevista exclusiva exibida no Fantástico, três anos antes de ser libertado e confessar que iria continuar a matar quando saísse da prisão, Pedrinho disse que matava por prazer e vingança.

Fontes: SBT News, G1 e R7.

Acompanhe também as nossas mídias sociais: Facebook , Twitter e Instagram

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

MAIS ACESSADOS:

PUBLICIDADE: