Pesquisar
Close this search box.

<<  VOLTAR AO INÍCIO

O Protagonismo dos Negros nas Novelas Brasileiras: Uma Busca por Representatividade

Foto Montagem: Reprodução

Compartilhe este conteúdo!

As novelas brasileiras têm desempenhado um papel significativo na formação da identidade cultural do país, alcançando uma ampla audiência e influenciando a sociedade em diferentes aspectos. No entanto, por muitos anos, a representação dos negros nas tramas televisivas foi limitada e marcada por estereótipos negativos. Felizmente, nas últimas décadas, uma mudança gradual tem ocorrido, com uma maior presença e protagonismo dos atores e atrizes negras, buscando quebrar esses padrões e promover uma representação mais justa e inclusiva.

Montagem: Reprodução

Passado de Estereótipos e Pouca Representatividade

Durante muito tempo, as novelas brasileiras reproduzem estereótipos e caricaturas raciais, retratando personagens negros em papéis secundários, muitas vezes associados a estereótipos como empregados domésticos, criminosos ou figuras cômicas. Essa falta de representatividade adequada gerou um impacto negativo na autoestima e na identificação das pessoas negras com essas produções, perpetuando uma visão distorcida da realidade brasileira.

O Despertar da Representatividade

A partir dos anos 2000, aguarda a emergência de mudanças no cenário televisivo. A sociedade brasileira passou a cobrar maior diversidade e representação nos meios de comunicação, inclusive as novelas. Com isso, houve um aumento gradual do protagonismo de atores e atrizes negras nas tramas, que passaram a interpretar personagens complexos, com histórias próprias e não limitados a estereótipos raciais.

Em 1997, Tais Araújo interpretou Xica da Silva, pela extinta TV Manchete,uma escrava atrevida e inteligente que virou rainha.

Histórias Relevantes e Valorização da Cultura Afro Brasileira

O protagonismo dos negros nas novelas trouxe consigo a oportunidade de contar histórias relevantes sobre a cultura afro-brasileira e abordar questões sociais importantes. Temas como racismo, identificação, empoderamento negro e valorização da ancestralidade passaram a ser pensados ​​de maneira mais sensível e realista, gerando uma maior identificação e empatia por parte do público.

Avanços e Desafios

Apesar dos avanços alcançados, ainda há desafios a serem superados. A representatividade negra nas novelas brasileiras precisa ser constante e não pontual, refletindo uma verdadeira diversidade étnica do país. Além disso, é fundamental que os próprios artistas negros também tenham participação na construção das narrativas, garantindo a garantia das experiências retratadas.

Conheça alguns Personagens negros de destaque na TV Brasileira nos últimos anos.

O site Popline listou alguns personagens negros de destaque da TV Brasileira nos últimos anos.

Tais AraujoTaís Araujo em “Da Cor do Pecado” (2004)

Após brilhar como Xica da Silva na novela homônima da Manchete em 1996, Taís Araujo pode ser considerada um das atrizes negras pioneiras a protagonizar uma novela em horário nobre da Globo. Depois de seu papel como a jovem Preta de Souza, em “Da Cor do Pecado” (2004), ela estrelou como a modelo internacional Helena em “Viver a Vida” (2009).Depois disso, a atriz também protagonizou outros personagens como Penha, empregada doméstica em “Cheias de Charme” (2012), Verônica Monteiro, destemida repórter investigativa em “Geração Brasil” (2014) e, mais recente, a advogada Vitória, em “Amor de Mãe” (2019). Todas as novelas da TV Globo

Thaís Araujo como Verônica Monteiro em “Geração Brasil”. (Foto: Globo)

Lázaro Ramos em “Cobras e Lagartos” (2006)

Casado com Thaís Araujo, Lázaro Ramos também é outro nome de extrema representatividade no cenário artístico preto. O ator deu vida ao cômico e trambiqueiro personagem Foguinho na novela “Cobras e Lagartos” (2006), da TV Globo.

Lázaro Ramos como Foguinho em “Cobras & Lagartos”. (Foto: Globo)

Camila Pitanga em “Cama de Gato” (2009)

Na novela “Cama de Gato” (2009), Camila Pitanga protagonizou a faxineira Rose. Anos depois, a atriz deu vida à modelo e dona de restaurante Regina, em “Babilônia” (2015) e à empresária Maria Tereza, em “Velho Chico” (2016). Mas um de seus papéis mais lembrados e que ganhou status de protagonista foi a garota de programa Bebel, de “Paraíso Tropical” (2007).

Camila Pitanga como Rose em “Cama de Gato”. (Foto: Globo)

Aline Dias em “Malhação: Pro Dia Nascer Feliz” (2016)

Aline Dias foi protagonista em “Malhação: Pro Dia Nascer Feliz” (2016), da TV Globo, com a personagem Joana, uma típica mulher brasileira, cheia de sonhos e determinação. A atriz foi a primeira protagonista negra na novela teen, após 21 anos da estreia da trama.

Aline Dias como Joana em “Malhação”. (Foto: Globo)

Heslaine Vieira em “Malhação: Viva a diferença”( 2017 )

A novela teen “Malhação” inovou e apresentou ao público cinco protagonistas com histórias de vida diferentes, atualmente conhecidas como “As Five”. Dentre as personagens do quinteto, Hesleine Vieira interpretou Ellen, uma jovem da periferia que é um gênio da computação e programação.No spin-off da trama, “As Five” (2020), Ellen segue na carreira da tecnologia e se torna Mestre em Computação Quântica. Ela trabalha em uma multinacional e aborda diversas vezes o racismo no ambiente profissional e pessoal.

Heslaine Vieira como Ellen em “Malhação”. (Foto: Globo)

David Júnior em “Bom Sucesso” (2019)


David Junior embarcou nas novelas e teve seu primeiro papel como protagonista na novela “Bom Sucesso” (2019), da TV Globo. Seu personagem Ramon era um atleta, formado em Educação Física e apaixonado por basquete.

David Junior como Ramon em “Bom Sucesso”. (Foto: Globo)

Lidi Lisboa em “Jezebel” ( 2019)

Lidi Lisboa conquistou o protagonismo na novela “Jezabel” (2019), da Record TV. Esse foi o papel de maior visibilidade da carreira da atriz, que interpretou a poderosa e cruel rainha fenícia. Além disso, vale ressaltar que Lidi foi a primeira atriz preta a protagonizar uma personagem em uma novela bíblica.

Lidi Lisboa como Jezabel em “Jezabel”. (Foto: Record TV)

Taís Araújo e Paulo Lessa em “Cara e Coragem” ( 2022)

Taís Araujo e Paulo Lessa em “Cara e Coragem” (2022)
Em “Cara e Coragem” (2022), da TV Globo, Taís Araujo e Paulo Lessa encabeçaram o quarteto principal da novela. Eles interpretaram a empresária Clarice e seu segurança particular Ítalo, que namoram em segredo.

Taís Araujo e Paulo Lessa como Clarice e Ítalo em “Cara e Coragem”. (Foto: Globo)

Lucy Alves em “Travessia” ( 2023)


Lucy Alves é atriz, cantora e protagonista da novela das 21h da TV Globo, “Travessia” (2023). Na trama, a personagem Brisa era uma mulher batalhadora que vivia na luta para proteger seu filho.

Lucy Alves como Brisa em “Travessia”. (Foto: Globo)

Sharon Menezzes em “Vai na Fé” (2023)

Em “Vai na Fé” (2023), Sheron Menezzes interpreta a protagonista Sol, que trabalha vendendo quentinhas todos os dias para ajudar no sustento da família. A trama das 19h da TV Globo conta com diversos outros personagens negros em papéis de evidência, como Ben (Samuel de Assis), Bruna (Carla Cristina) e Jenifer (Bella Campos).Vale ressaltar também o papel de Clara Moneke, como a Kate na história. Mesmo sem ser protagonista, a jovem ganhou grande destaque e caiu no gosto popular.

Sheron Menezzes como Sol em “Vai na Fé”. (Foto: Globo)

Levi Asaf em “Amor Perfeito” ( 2023 )

A nova novela das 18h da TV Globo, “Amor Perfeito” (2023), tem como protagonista o jovem Marcelino, interpretado pelo ator mirim Levi Asaf, de 9 anos de idade. Vale destacar que, antes do papel na novela, o garoto foi o primeiro ator negro a dar vida ao “Pequeno Príncipe” no teatro brasileiro.

Levi Asaf como Marcelino em “Amor Perfeito”. (Foto: Globo)

Barbara Reis e Paulo Lessa em “Terra e Paixão” (2023)

A atual novela das faixa das 21h na TV Globo. Na trama, Barbara Reis e Paulo Lessa serão dois protagonistas que interpretarão a professora e agricultora Aline e o fazendeiro Jonatas.

Barbara Reis e Paulo Lessa como Aline e Jonatas em “Terra e Paixão”. (Foto: Globo

Streaming à frente na Representatividade


Nas produções internacionais de TV por streaming é comum ver uma grande diversidade étnica nos elencos, sejam de séries norte-americanas ou mesmo europeias. Isso é realidade nas séries da Netflix, por exemplo, e é parte da razão do sucesso da distribuidora por streaming no mundo e no Brasil na visão de Denilson Tourinho.

“As produções norte-americanas há tempo já acessaram essa representatividade negra. Aqui que ela ainda é incipiente, as novelas que têm um grande elenco negro ainda estão ligadas à escravidão”, lamenta Tourinho. “As novas séries por streaming, mesmo as nacionais, já dialogam com a diversidade. As telenovelas vão ter de correr atrás do streaming e fazerem valer de fato a representatividade se quiserem conquistar as novas gerações”, conclui.

Trailer oficial / Netflix

Veja também:

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest

3 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Luís
Luís
9 meses atrás

Excelente postagem. Parabéns Mateus!!!!

Viviane Cristina da Silva
Viviane Cristina da Silva
9 meses atrás

Excelente artigo.
Faltou somente citar o personagem Jorge/Samuel de Nos tempos de imperador (2021), interpretado por Michel Gomes.

MAIS ACESSADOS:

PUBLICIDADE:

Este site tem como finalidade informar aos telespectadores e aos internautas novas informações direcionadas as estreias das principais emissoras do brasil como: novelas, filmes, series, desenhos e programas.

© Copyright 2023 – Estreia Na Tv: Todos Os Direitos Reservados